A defesa radical da propriedade serve sempre a quem está distante do poder | Instituto Mercado Popular