Ser revolucionário, ser governista | Instituto Mercado Popular